Em memória dEle...

Este é o 1º de três novos artigos do Blog, como esse final de ano foi muito acelerado, eu deixei a desejar no que tange à minha produção literária. E me recompensarei com estes novos Post´s.
Pra começar gostaria de relatar rapidamente o que significou o natal de 2007 pra mim. Certamente este foi o 1º com real significa natalino, pela primeira vez na vida entendi que o natal é apenas uma celebração anual, para uma data que devemos celebrar todos os dias.
Não fosse o fato do Cristo ter nascido de mulher, em Belém há pouco mais de 2000 anos, não teríamos esperança alguma, tampouco qualquer motivo para celebrar, nosso espírito seria fútil e vazio, e nossa alma eternamente condenada.
Mas comemorar o natal apenas uma vez ao ano é algo interessante também, deixando fora toda e qualquer discriminação para com a imagem questionável do Papai Noel, bem como não atentando para o apelo consumista e capitalista desta época do ano, comemorar o natal é, para os que assim entendem, momento de juntar amigos e família, para juntos “celebrarem o nascimento do menino Jesus”.
Por mais que durante os outros 11 meses do ano eu praticamente esqueça de celebrar qualquer coisa com minha família, é no natal que nos reunimos. Cada um leva uma fruta, um pedaço de carne, uma bebida, e juntos lembramos que nos é nascido o Salvador.
E invariavelmente nos nasce uma pergunta: Qual o real significado do natal? A resposta é obvia para todos, mesmo para os ávidos comerciantes, não é apenas comprar presentes. Qualquer pessoa em sã consciência, mesmo que no mais profundo do seu ser, para e pensa que o natal marca o nascimento do Messias Judeu, do Deus Encarnado, do Homem-Deus que marcou e dividiu a história.
É certo que o Espírito de Cristo que hoje age na humanidade e testifica do filho de Deus, desejaria mais piedade e caridade na comemoração desta data. Mas, é inegável que todos ouvem, com ou sem consternação espiritual interior, a mensagem do nascimento do filho do Eterno.
Quanto a mim, eu anelo celebrar diariamente o nascimento de Cristo dentro do meu coração, e fazê-lo com singeleza e sinceridade de alma, demonstrando com minha vida que Cristo nasceu e domina sobre mim.
E como mostra a foto ai ao lado, alem de mostrar que Jesus nasceu em mim, eu o anuncio até que Ele volte!

Soli Deo Gloria

Comentários

Ana Paula Lavagnoli disse…
Em suas palavras encontro pensamentos similares ao meu,a decepção que a igreja trouxe criou um rompo de custo irreparável ao meu coração. Mas acredito que um dia isso será amenizado, creio que há um propósito para tudo isso e que Deus, apesar da nossa condição de pecador, Ele não nos abandona. Que o amado Espírito Santo continue a contribuir de forma profunda com o seu ministério, e que as palavras que Ele coloca no papel, usando a sua vida, contribua para que as pessoas, independente da igreja, sigam os passos de Jesus.

Ana Paula Lavagnoli